terça-feira, 21 de abril de 2009

O 25 de Abril de 1974

Em 28 de Maio de 1926 começou uma ditadura, em que só uma pessoa ou um só partido mandavam.
Mais tarde surgiu uma espécie de polícia chamada PIDE. Esta polícia não nos defendia a nós, mas sim ao governo, se apanhasse alguma pessoa a contestar o governo era presa.
As pessoas não tinham liberdade de falar, pois se o fizessem eram presos.
As notícias (jornais, revistas...) não podiam publicar nada que estivesse contra as opiniões de quem governasse.
O povo, no dia-a-dia ficava mais descontente com essa ditadura, pois já tinha durado 48 anos. E havia a guerra colonial, onde morriam milhares de soldados.
Na manhã de 25 de Abril as Forças Armadas e o povo decidiram revoltar-se contra o governo.
O povo e o M.F. A conseguiram derrotar o governo e estabeleceram a democracia.
Nesse dia de felicidade para o povo português, todos gritavam:
-Viva a liberdade!
O povo, contentíssimo, atirou cravos vermelhos para os soldados em sinal de agradecimento e os soldados colocaram os cravos na espingarda.
E esse dia de felicidade é o feriado de 25 de Abril, porque é o dia da liberdade.

Texto da aluna Rita Martins, 5º A

Publicado pela aluna Alícia Pireso, 5º A

Sem comentários:

Enviar um comentário